Ilsinho muda plano de carreira e pede renovação com o São Paulo


Filha recém-nascida, clima brasileiro e Tricolor fazem lateral-direito trocar de ideia. Agora ele fala até em contrato de cinco anos.

Antes, o plano era bem simples e direto: passar um ano emprestado ao São Paulo e seguir posteriormente para a Europa. Mas os pensamentos de Ilsinho mudaram. Parte pelo lado profissional, parte pelo lado pessoal. Aos 25 anos, o lateral-direito do Tricolor se divide entre tentar voltar a ser titular absoluto do time, posto que ocupou nas campanhas vitoriosas dos Brasileiros de 2006 e 2007, e bajular a pequena Giovana, com apenas quatro meses de idade.

– No começo, pensava em ficar um ano aqui pelo empréstimo e depois ir para a Europa. Mas depois as coisas foram mudando. Quero manter o ritmo, ter uma sequência boa, fazer gols e torcer para que o São Paulo queira renovar por cinco anos. Isso ajudaria bastante. Juntaria a fome com a vontade de comer – disse o atleta, que está emprestado ao São Paulo até agosto, ao Globoesporte.com.


Ilsinho pensava em ir para a Europa, mas agora já pensa em ficar no São Paulo (Julyana Travaglia/GE.COM)

Ilsinho passou os últimos três anos no Shakhtar Donetsk. Na fria Ucrânia, ele foi campeão da edição 2008-2009 da Copa da Uefa, seu principal título no currículo. Mas problemas com o contrato fizeram com que o atleta acionasse a Fifa para deixar o clube.

– Era um contrato de quatro anos, com possibilidade de renovar para o quinto. Só que eles não me falaram de uma cláusula que, se não fosse vendido no meu segundo ano, teria de renovar automaticamente. Depois disseram que eu ia ser multado e jogaria quase que uma temporada inteira sem receber. Fiquei quatro meses sem receber e acabei saindo – contou o jogador, que pertence ao Desportivo Brasil, clube da Traffic.

Quero manter o ritmo, ter uma sequência boa, fazer gols e torcer para que o São Paulo queira renovar por cinco anos. Isso ajudaria bastante”
Ilsinho
De Donetsk, Ilsinho procurou abrigo no São Paulo. Ficou treinando separadamente para recuperar a forma física, pois admite que exagerou na rotina de “comer e dormir”. Ele também abusou das peladas com os amigos, o que lhe rendeu problemas posteriormente no Tricolor Paulista.

– Cheguei bem ao Brasil, mas fiquei um mês sem fazer nada, só comendo e dormindo. Quando fui tentar recuperar e peguei um preparador físico para fazer os trabalhos comigo, acabei extrapolando nas peladas e fiquei com uma inflamação no pé esquerdo, que me incomodou bastante. Depois, torci o tornozelo num jogo com o Palmeiras e fiquei mais um mês parado. Foi quase um semestre perdido.

Sem problemas físicos, Ilsinho só se incomoda com a reserva no São Paulo. Diz que, assim como Cléber Santana, Junior César e Rivaldo, não está mais acostumado a esta situação. O que não quer dizer que vá se revoltar contra o técnico Paulo César Carpegiani. O lateral acredita que com um bom trabalho – são três gols nos últimos cinco jogos – ele possa reconquistar um espaço no time, como nos velhos tempos.

– Não estou a acostumado ficar muito tempo no banco, mas o problema é que o elenco é muito bom (risos). Tenho de esperar a minha chance e fazer o trabalho bem feito. Assim vou conseguir uma vaguinha novamente.

SPFC NEWS

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: