“FPF não consulta clubes sobre regras”, diz Rogério Ceni


Para o goleiro, o São Paulo merecia mais vantagens na fase final do Paulistão

São Paulo, SP, 18 (AFI) – O goleiro Rogério Ceni não está mesmo satisfeito com o regulamento do Paulistão. Depois de chamá-lo de “esdrúxulo” no último domingo, o jogador do São Paulo reforçou as críticas nesta segunda-feira. Para ele, a sua equipe, como primeira colocada da competição, merecia mais vantagens na fase final e a Federação Paulista de Futebol (FPF) deveria consultar os clubes sobre as regras.
“As pessoas têm noção de que chegamos na Federação e escolhemos se queremos ou não o regulamento. Não existe isso. O que acontece é um aviso do jeito que vai ser. É mostrado a você”, declarou o goleiro e capitão do São Paulo, em entrevista à TV Bandeirantes. “Além disso é injusto o time que tem a melhor campanha sequer jogar pelo empate”, completou.

Rogério Ceni ainda criticou a fórmula de disputa da fase final do Paulistão, na qual a vaga para a próxima fase é decidida apenas em um jogo, mas fez questão de afirmar que suas reclamações não são destinadas à FPF.

“Não é critica à Federação. É uma crítica a quem fez o regulamento. Não teve a sensibilidade necessária para fazer jogos finais de ida e volta. Para o time é mais interessante em outro formato, para o torcedor também. Quem fez o regulamento poderia copiar o do Rio de Janeiro, do Paraná. Daria muito mais emoção. Precisava de mais jogos decisivos e menos dos que não valem nada”, opinou o goleiro.

O adversário do São Paulo nas quartas de final do Campeonato Paulista é a Portuguesa, que garantiu a oitava vaga na última rodada, com uma vitória por 1 a 0 sobre o São Bernardo. Para dificultar ainda mais a tarefa são-paulina, o time terá que dividir as atenções com a Copa do Brasil, na qual enfrentará o Goiás, na quarta-feira, em Goiânia.

Para Rogério Ceni, o título da Copa do Brasil seria essencial para garantir a vaga para a Libertadores do ano que vem. “Na Copa do Brasil precisamos, quarta-feira, fazer um resultado melhor do que contra o Santa Cruz (na fase anterior, perdeu por 1 a 0 fora de casa), para a pressão ser menor em casa. O São Paulo não tem condições, pela estrutura, de se manter dois anos fora da Libertadores. É uma estrutura cara”, apontou o goleiro.

Para o goleiro, o título da Copa do Brasil ainda aliviaria a pressão no Campeonato Brasileiro, no qual a concorrência pelo título é maior. “O Brasileiro tem muitos clubes com reais chances de ser campeão: Flamengo, com Ronaldinho e Thiago Neves, Corinthians, com Liedson e Adriano, o Palmeiras com elenco muito forte, o Santos com Ganso, Neymar e Elano. É impossível apontar um favorito”, concluiu Rogério Ceni.

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios