“O Forlan sempre falava que queria jogar no São Paulo”, diz C. Santana


Bruno CecconSão Paulo (SP)

Atual volante do São Paulo, Cléber Santana defendeu o Atlético de Madrid-ESP ao lado do uruguaio Diego Forlan. Amigo do atacante, apontado como possível reforço do Tricolor, o brasileiro contou que ele costumava manifestar o desejo de vestir a camisa do clube.

“Tenho uma amizade grande com o Forlan. No Atlético, ele sempre falava que queria jogar no São Paulo, que pensava em fazer isso dentro de um ou dois anos”, afirmou o ex-companheiro do uruguaio após o treinamento realizado no CCT da Barra Funda na manhã desta quinta-feira.

Cléber Santana disse não saber se a chegada de Forlan ao Morumbi já está acertada, mas prometeu entrar em contato com o uruguaio para checar. “Fiquei sabendo disso ontem pelos companheiros, mas não sei se é especulação. Vou falar com ele para ver se é verdade”, declarou.

No começo da semana, João Paulo de Jesus Lopes, diretor de futebol do São Paulo, avisou que o clube contrataria uma “bomba atômica”. Na última quarta-feira, a Rádio Bandeirantes noticiou que o reforço é Diego Forlan, informação oficialmente negada pelos dirigentes tricolores.

“É um grande jogador, que dispensa comentários. Tive a chance de trabalhar com ele durante duas temporadas. Se chegar, vai nos ajudar bastante”, disse Cléber Santana, que acredita na possibilidade de reencontrar o uruguaio. “Se fosse uma coisa boa para o Atlético e para o Forlan, com certeza eles definiriam alguma coisa”, disse.

Apontado como melhor jogador da Copa do Mundo da África do Sul, Diego Forlan, 31 anos, é filho de Pablo Forlan, lateral direito que fez sucesso com a camisa do São Paulo na década de 1970. O pai do jogador nunca escondeu que gostaria de ver o filho com a camisa tricolor.

“Ele está vivendo um momento complicado no Atlético e passou alguns jogos sem jogar”, apontou Cléber Santana. O São Paulo chegou a negociar com o jogador antes do Mundial da África do Sul, mas ele se destacou no torneio e, valorizado, retornou ao clube espanhol.

O lateral esquerdo Júnior César também falou sobre a possibilidade de atuar ao lado do uruguaio. “Ele é um jogador diferenciado, de seleção e foi o melhor da Copa do Mundo. Está sendo comentado e nãos sabemos se é concreto. Se for, será bem-vindo e todos vão recebê-lo de braços abertos”, afirmou.

[GAZETAESPORTIVA.NET]

 

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: