Dilma veta aval do Governo ao “Fielzão”


 

Não bastasse a negativa do BNDES em emprestar dinheiro para as obras do “Fielzão”, por falta de garantias da construtora e também do Corinthians, durante a semana, o clube recebeu outro duro golpe.

Andres Sanches havia recebido a promessa de que tudo estava sob controle, e de que a Caixa Econômica Federal daria aval à operação.

De maneira elogiável, embora apenas cumprisse sua obrigação, a presidente Dilma Rousseff vetou a operação, afirmando ainda que o Governo Federal não compactuará com este descalabro.

Desta feita, sem ter de onde retirar dinheiro, a situação do estádio corinthiano começa a ficar preocupante.

Se o Governo ou a prefeitura de São Paulo, que bancaram este sonho desde o início, não viabilizarem a obra, nada sairá do papel.

Ou do slide-show.

Como viabilizar sem dinheiro público ?

Pois é.

Enquanto isso, Juvenal Juvêncio vai reformando o Morumbi, aos poucos, com recursos próprios, e pode, no final, dar a maior de todas as rasteiras em seu desafeto corinthiano.

Se vier a se confirmar que o projeto “Fielzão” será abortado, só restará ao estado de São Paulo recorrer ao Morumbi.

Qualquer alternativa seria inviável e proporcionaria ao Governo um vexame político difícil de ser contornado.

Blog do Paulinho

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: